terça-feira, 18 de setembro de 2012

"Tem remédio para a Embolia Parlamentar?"

Numa banca na rua, um homem vendia ervas para todas as maleitas.


- Boa tarde. - disse eu - Tem alguma coisa para a Tensão Salarial Baixa?

- Infelizmente não, amigo. Esgotámos há coisa de seis meses e não sabemos quando voltará a haver.

- Ah... Então e para Varizes Governamentais?

- Não.

- Dores Ministeriais?

- Também não...

- Embolia Parlamentar?

- Er... espere só um bocadinho... - E desapareceu por baixo da bancada durante alguns segundos antes de emergir novamente com um ar desapontado - Pois. Também não. Mas olhe que temos um restinho de erva para a Insuficiência Política Crónica.

- Uau! - O meu entusiasmo era tal que, quando dei por mim, estava dar pulinhos no ar e a bater palmas como uma criança prestes a abrir as prendas na noite de Natal. - Ena, ena, ena! Granda pinta! E quanto custa?

- Bom, tendo em conta a actual conjuntura económica, as mordomias do mercado de capitais e as medidas impostas pelo memorando da Troika, o preço da erva para a Insuficiência Política Crónica está nos... - Com uma ligeira pausa no discurso, o vendedor retirou uma enorme calculadora de dentro de um alguidar e continuou - ... ora, deixe cá ver... cinco vezes três... hm... noves fora nada... mais sete porcento... a dividir por 0,7421235996... hmhm... Cá está!

- Então, está nos quê? Quanto é?

- Exactamente 189 mil e 979 milhões de Euros por quilo! - Respondeu, com um sorriso vitorioso.

- Mas... mas isso é o valor da dívida pública portuguesa.

- Ai é? Ah... Pois. Mas olhe que a calculadora não se engana. E então? Quer levar?

- Não, não. Deixe estar. Dê-me antes um saquinho de erva para a azia. Fiquei um bocadinho mal disposto...


1 comentário:

Anónimo disse...

Bela prenda! Obrigado e um abraço.