domingo, 11 de julho de 2010

Rabiscos ao calhas #13

Com o regresso da Esfera de Sonhos, não podia faltar muito para estarem também de volta os Rabiscos ao Calhas.

Hoje deixo-vos mais um ET do planeta longínquo de Triblectorim. Este pertence a uma espécie aquática que vive em pequenas aldeias submersas.
Os triblectorianos aquáticos são descendentes dos mesmos antepassados que os triblectorianos da superfície.
Há 2,25 milhões de anos atrás (cada ano triblectoriano corresponde, mais ou menos, a 1,23 anos terrestres. Façam as contas se quiserem) um desses antepassados, o intrépido Boub 'da Kwort (Bobo para os amigos), achou que era capaz de ser boa ideia dar uma espreitadela à tona de água. Virou-se para os amigos e disse:
- Malta, bóra lá acima dar uma espreitadela à tona d´água!
- Pá, lá em cima é uma seca, pá. Tá-se bem aqui.
- Mas bóra lá.
- Não.
- Sim!
- Não.
- Sim!
- Err… Não.
- Prontos. Tá bem. Vou sozinho. Mas fiquem a saber que não gosto mais de vocês.
E foi assim que começou a grande aventura evolutiva (ou não) dos triblectorianos da superfície.
Os aquáticos lá ficaram e 2,25 milhões de anos mais tarde nasceu o Grewnd p’Larma (Palerma para os amigos), que podem agora ver nesta ilustração. O Palerma gosta de salsichas de vrootvroot (uma espécie de peixe muito comum nos oceanos de Triblectorin), de recortar o jornal do pai para fazer colagens e de filmes de terror (o seu favorito é o “Invasores do Outro Mundo 2 – O Monstro do Planeta Terra”).

3 comentários:

Só-Inês disse...

Muito bom! Existe todo um universo paralelo cheio de detalhe e mistério. :)
Beijo

Baléu disse...

Wow... ca ganda pinta! Tomaste Red Bull?! E deu-te asas... Que orgulho que eu tenho em ti...

Man-El disse...

Ainda bem que gostaram. Não estava planeado. A ideia era só publicar mais um rabisco e pronto. Mas quando comecei a escrever, o teclado ganhou vida.